Blog


28/06/2019 Medicina

O que levar em conta na hora de montar o preço da consulta médica?

Descubra os pontos que precisam ser avaliados para formar um valor justo e lucrativo para sua clínica

O que levar em conta na hora de montar o preço da consulta médica?

Para quem trabalha na área da saúde, é importante saber tudo o que envolve o atendimento ao paciente. Tenha sempre em mente que o preço da consulta médica só pode ser definido depois que todos os pontos que envolvem o âmbito profissional estiverem definidos.

Neste artigo você saberá quais são os aspectos que estão diretamente ligados com a definição desse preço da consulta e entenderá como definir esses valores da maneira mais justa possível.

Preço da consulta médica: Como definir? 

Para a precificação da consulta médica, antes de qualquer coisa, é importante saber diferenciar o sistema público do sistema privado, afinal de contas os preços serão diferentes em cada caso, é claro.

Nos atendimentos públicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS), por exemplo, os valores são estipulados pelo próprio Estado e ajustados de acordo com o trabalho/demanda do profissional de saúde.

Já no sistema privado, o próprio profissional estipula o preço do seu atendimento, é claro que levando em consideração as leis que regem sua área e optando por valores que estejam realmente de acordo com a sua situação de trabalho.

Se o trabalho for autônomo, ou seja, se o profissional possui a sua própria clínica, é importante que o profissionalismo no atendimento e a administração dos seus serviços sejam feitos de maneira equilibrada.

Sendo assim, saiba o que levar em consideração para definir o preço da consulta médica.

1. Currículo

Os currículos, em muitos dos casos, valorizam o médico a ponto de deixá-lo à vontade para estipular os valores das suas consultas.

Por isso, é importante ter um portfólio de sucesso na sua área de atuação. Levar em consideração o seu histórico curricular no momento de estipular valores é se valorizar no mercado!

2. Impostos

Todos os investimentos feitos por um determinado médico para que ele consiga atender devem ser levados em consideração.

Por exemplo: taxas de deslocamento, taxas de aluguel para atendimento, dentre outros gastos. Tudo deve ser calculado para que o profissional não tenha prejuízos.

3. Condições de atendimento

O local em que o profissional irá atender, as tecnologias que serão usadas e tudo o que envolve as condições profissionais da sua área de atuação também são pontos relevantes no momento de estipular o preço da consulta médica.

O profissional deve ser justo com o seu trabalho, com seu público e, caso sirva a alguma organização pública ou particular, também deve levar esses fatores em consideração.

Lucre de maneira justa!

Assim como qualquer setor, a área da saúde também requer alguns cuidados para que o profissional seja valorizado de maneira correta. A precificação da consulta médica deve estar de acordo com a realidade do profissional.

Além de tudo, é importante também conhecer todos os conceitos de análise de custos para que o preço da consulta médica esteja de acordo com as demandas estabelecidas e com a realidade de todos os envolvidos.

Para ficar por dentro de mais assuntos como esse em primeira mão, é só assinar agora mesmo a nossa newsletter.