Blog


15/04/2019 Medicina

Os avanços da medicina preventiva e as perspectivas para os próximos anos

Novas tecnologias focam na prevenção de doenças em vez de apenas remediá-las

Os avanços da medicina preventiva e as perspectivas para os próximos anos

O avanço tecnológico tem beneficiado muitas áreas, inclusive a esfera da saúde. A importância dessas inovações é inquestionável e a capacidade que elas têm de beneficiar o desenvolvimento da medicina preventiva é algo extremamente positivo para a saúde pública.

Atualmente, as inovações tecnológicas estão por toda a parte. Nos consultórios médicos, nos hospitais, no agendamento das consultas, nas informações sobre o diagnóstico e muito mais. A perspectiva é que a tecnologia auxilie cada vez mais o âmbito da saúde, facilitando o diagnóstico e a prevenção de determinadas patologias.

A medicina preventiva, como o próprio nome enfatiza, atua na prevenção de doenças em vez de utilizar tratamentos quando essas já estiverem estabelecidas. Dessa forma, trabalha evitando que a patologia se instale.

Diversos aplicativos podem auxiliar o paciente na prevenção de futuras enfermidades. Essas aplicações, muitas vezes gratuitas, têm a função de lembrar o usuário de cuidar da sua saúde e manter o bem-estar próprio. Aplicações que auxiliam o utilizador a não se esquecer de ingerir água ou se alimentar de forma balanceada são exemplos de softwares que beneficiam a qualidade de vida e a medicina preventiva.

Esses aplicativos são só alguns exemplos de medidas atuais e disponíveis a qualquer pessoa que possua um smartphone. Entretanto, os avanços são crescentes e novidades já começaram a surgir. Acompanhe.

Patente do Google auxilia a medicina preventiva

Os aplicativos do Google utilizam informações rotineiras dos usuários como, por exemplo, localidade onde moram, onde costumam frequentar, dados de pesquisas em seu site, dentre outras. Todo esse conhecimento pode servir para diversos fins, mas como seria possível utilizá-los na área da saúde?

Recentemente, um pedido de patente do Google visou unificar as informações médicas de pacientes em ordem cronológica. Essas informações seriam de suma importância para prever eventos futuros que poderiam afetar a saúde do indivíduo, tornando mais simples preveni-las antes de remediá-las.

Nesse âmbito, outros meios já vêm sendo utilizados em favor da medicina preventiva. Veja abaixo.

Outros avanços na medicina preventiva

1. Wearables Devices

São dispositivos capazes de serem vestidos pelo usuário e de monitorar o comportamento corporal do mesmo. Atualmente, são utilizados para verificação dos batimentos cardíacos, pressão arterial e índices de glicose, por exemplo. Podem ser encontrados nos formatos de pulseiras, relógios, camisetas e até mesmo óculos.

2. Big Data na medicina

O termo se refere a uma central com informações de uma população ou de um indivíduo, cedidas por diversas áreas da saúde. Esses dados, quando analisados, podem gerar medidas contra doenças que estão por vir. Além disso, essa previsão se torna importante no sentido de preparação para futuras epidemias, por exemplo.

Importância e perspectivas

A importância do desenvolvimento da tecnologia no âmbito da medicina preventiva está relacionada a uma maior prevenção de doenças nos próximos anos, alterando o foco da atuação do médico que hoje está voltado para o tratamento de patologias.

Dentre as vantagens da predição de doenças está a possibilidade do tratamento eficaz, evitando que a enfermidade se desenvolva.

Para utilizar todos os proveitos que a medicina preventiva traz, é necessário estar sempre atualizado quanto às tecnologias disponíveis. Essas inovações permitem que o paciente esteja atento às alterações em seu corpo e procure um profissional assim que percebê-las.

Caso tenha interesse sobre a medicina preventiva, assine nossa Newsletter e receba essas e outras informações diretamente no seu e-mail.

Assuntos relacionados: Medicina preventiva