Blog


10/12/2018 Dicas

4 dicas de direito médico para manter a sua segurança jurídica

Cuidados são essenciais para evitar processos médicos. Veja que medidas tomar!

4 dicas de direito médico para manter a sua segurança jurídica

A medicina vem avançando continuamente, entretanto, mesmo com tantas tecnologias sendo lançadas, existem direitos e deveres do profissional que não podem ser esquecidos! E é justamente sobre isso que trata o direito médico.

Lidando com vidas, o médico precisa estar bem assistido em meio a tantos imprevistos que podem ocorrer a cada novo atendimento de paciente. Entenda melhor neste artigo em que e como o direito médico colabora neste ponto.

Direito médico e a exposição a riscos

A área médica é, sem dúvida, aquela que lida com maior exposição a riscos. Afinal, um pequeno erro médico e pronto: uma vida pode ser perdida, uma família pode ser impactada.

Mas, como o corpo não é uma matemática exata, os médicos correm riscos a cada momento. Pensando nisso, o direito médico esclarece os seguintes pontos:

 

 

1.      Cumpra as normas no local de trabalho

Seja em sua clínica ou em um hospital, como médico é preciso que você esteja sempre atento se o local permite que as normas e diretrizes mais básicas da saúde sejam cumpridas. Afinal, você não quer que seu paciente pegue uma infecção devido à insalubridade do local de atendimento, certo? Por isso, tome cuidado!

2.      Fique atento a tudo o que há de novo

A medicina avança diariamente e, dessa forma, é necessário se dedicar a aprendizagem do que existe de novo para fazer sempre o melhor. Com certeza a medicina ensinada há 5 anos na faculdade não é mais aquela ensinada hoje ou há 10 anos.

3.      Atenção à  relação médico x paciente

Atenda bem ao paciente, dentro dos limites profissionais, é claro, mas sempre com empatia e humanidade. Além de o outro merecer este tipo de cuidado, no direito médico é evidente que aqueles que mais são processados são os da antiga escola, ou seja, que fazem um atendimento seco.

4.      Cuidado com os documentos médicos

Os documentos médicos não existem à toa, por isso você não pode simplesmente menosprezar e deixar de preencher ou de guardar com atenção e cuidado. Eles podem ser seus comprovantes.

Gostou do conteúdo? Aproveite para assinar as newsletters e receba novos conteúdos sobre o direito médico para ficar melhor resguardado em sua profissão e por dentro de tudo.

Assuntos relacionados: DIREITO MÉDICO.