Blog


05/12/2018 Notícias

Estudo pode ajudar vítimas de derrame a recuperarem funções motoras

A pesquisa premiada do ICMC recebeu reconhecimento em conferência em Salvador

Estudo pode ajudar vítimas de derrame a recuperarem funções motoras

Como muitas pessoas já sabem, o derrame é uma doença que traz danos ao cérebro devido à interrupção do fornecimento de sangue ao mesmo. E isso pode causar diversos problemas, como, por exemplo, dificuldade para andar e falar. No entanto, a boa notícia é que um estudo capaz de ajudar vítimas de derrame a recuperarem suas funções motoras foi premiado e pode ser muito benéfico!

Esse estudo abordou a dinâmica da conectividade cerebral e foi reconhecido durante uma Conferência de Estatística e Ciência de Dados, realizada na Universidade Federal da Bahia, em Salvador. Além disso, contou com patrocínio da International Association for Statistical Computing (Iasc).

Docentes do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP e pesquisadores do Cento de Ciências Matemáticas Aplicadas à Indústria  (CeMEAI) que orientaram a pesquisa.

 

 

Um pouco mais sobre o estudo

Vale ressaltar que a tese do estudo foi capaz de abordar a modelagem da dinâmica da conectividade do cérebro. Além disso, teve como objetivo estimar a representação da problemática que é complexa de uma forma mais simples para os neurocientistas.

Sendo assim, o trabalho como um todo representou de uma forma gráfica as respostas do cérebro aos estímulos elétricos aplicados a áreas distintas e, de acordo com pesquisadores da área, o resultado é bastante animador. Estudos desse tipo existem desde a década de 80, entretanto quase nenhum apresentou resultados positivos como esse.

Como o estudo ajuda as vítimas de derrame?

Os pesquisadores envolvidos no estudo foram capazes de resetar parte do cérebro de alguns pacientes que sofreram com derrame e, dessa forma, foi possível recuperar as funções motoras que foram perdidas.

Tudo isso por meio de estímulos elétricos, uma vez que eles ajudam o cérebro em seu rearranjo de atividades e fazem com que o mesmo consiga reaprender determinadas funções, fazendo com que o paciente recupere os movimentos perdidos com o derrame.

Como você observou, os estudos estão sendo cada vez mais importantes para ajudar as pessoas que sofrem com algum tipo de doença, como é o caso das vítimas de derrame. Quer ficar por dentro de mais assuntos como esse? É só assinar nossa newsletter e receber todos os artigos em primeira mão.

Assuntos relacionados: VÍTIMAS DE DERRAME