Blog


19/11/2018 Notícias

Câncer pode se tornar a maior causa de morte nos EUA em breve

Os tumores estão perto de superarem as mortes por doenças cardíacas, de acordo com estudo

Câncer pode se tornar a maior causa de morte nos EUA em breve

As doenças cardíacas são, pelo menos até o momento, a principal causa de morte nos Estados Unidos. Entretanto, dados de um estudo, publicados na revista Annals of Internal Medicine, sugerem que dentro de dois anos o câncer passará a ser a principal causa de morte no país.  

Um ponto positivo é que esse estudo acaba relatando que o país já consegue prevenir um número maior de mortes por doenças cardíacas. Ou seja, não é só porque o número de mortes por câncer está aumentando que o de doenças cardíacas caiu!

No entanto, agora é preciso resolver outro problema que já se mostra como muito mais grave.

 

 

Câncer: A maior causa de morte nos EUA

Os pesquisadores da Universidade de Stanford analisaram os registros de morte por cidades nos EUA entre os anos de 2003 e 2015. Dessa forma, eles descobriram qual era a principal causa de morte em cada ano.

No ano de 2003, as doenças cardíacas eram a maior causa de morte em pelo menos 79% dos municípios. Já em 2015 esse número caiu para 59%. De acordo com a principal autora do estudo, Latha Palaniappan, agora os EUA se encontram no limiar da transição da doença cardíaca para o câncer como a maior causa de morte no país.

Isso já era esperado pelos cientistas do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) e pela agência federal dos EUA responsável por publicar dados anuais de mortalidade. Eles previram que o câncer iria superar as doenças cardíacas como maior causa de morte nos EUA até 2020.

No último ano com dados públicos a respeito, 2016, houve 635.260 mortes por doenças cardíacas contra 598.038 mortes por câncer. Já era perceptível que o número estava se aproximando.

No entanto, o estudo divulgado pela Revista Annals of Internal Medicine mostrou que enquanto a taxa de mortalidade por doenças cardíacas reduziu em 28%, os lugares mais desenvolvidos tiveram uma queda de 30% contra 22% nas regiões de baixa renda.

Sendo assim, é possível notar que as diferenças econômicas influenciam bastante na maior causa de morte dos EUA.

Gostou do artigo? Para ter acesso a conteúdos como esse mais rápido aproveite para nos seguir nas redes sociais!

 

Assuntos relacionados: CÂNCER, MAIOR CAUSA DE MORTE NOS EUA